Telefone: (11) 2247-9516
WhatsApp (11) 9 4217-9658
Hidrocolonterapia, Saúde em geral

Hidrocolonterapia: Recuperação da saúde física e emocional

Você sabia que a saúde do intestino está ligada à saúde mental?

Pode não ser evidente, mas existem diversas semelhanças entre a saúde mental e o trato digestivo. Todo o nosso corpo precisa estar em sintonia para ter um funcionamento correto, e a mente não fica de fora.

Para se ter uma ideia, pesquisas contabilizam que cerca de 90% da serotonina descarregada no corpo é fabricada no intestino. A serotonina é um neurotransmissor conhecido como o hormônio da felicidade.

Esse hormônio atua de várias formas: é capaz de agir e auxiliar na depressão, em enxaquecas, na sensação de saciedade, na atividade sexual e até mesmo na hora de regular o sono. No caso da depressão, por exemplo, um dos fatores pode ser a transmissão do hormônio não estar sendo tão efetiva.

E qual a função do intestino?

É no sistema gastrointestinal que acontece o processo de digestão dos alimentos e a distribuição dos nutrientes necessários por todo o organismo. Esse processo acontece a partir do trabalho da microbiota, que entre outras funções nobres, atuam liberando micronutrientes essenciais para as funções metabólicas, imunológicas e nutricionais. A microbiota é composta por pequenos seres e a maior parte da colonização (cerca de 70%) ocorre no trato gastrointestinal.

No caso da saúde mental, é dessa forma que a serotonina é fabricada e distribuída de maneira correta pelo nosso corpo.

Já o papel da Hidrocolonterapia é, além de uma limpeza profunda, desintoxicar profundamente as mucosas do intestino, remover parasitas e materiais infecciosos retidos. Evitando com que fiquemos enfezados, o que causa alterações nos estados psicológicos e emocionais.

O equilíbrio entre necessidades físicas e mentais é fundamental para garantir a qualidade de vida e com a Hidrocolonterapia podemos conquistá-lo.

Não perca mais tempo, converse com um dos nossos especialistas e cuide do seu corpo!

Comentários

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *