Telefone: (11) 2247-9516
WhatsApp (11) 9 4217-9658
Ortopedia, Saúde em geral

Sintomas de tendinite: entenda a doença e as suas consequências

Você sabe quais são os sintomas da tendinite? Para quem já sentiu as dores dessa lesão muscular, sabe muito bem quando é a tendinite que está pedindo atenção.

Junto as outras lesões a tendinite faz parte de um grupo de lesões por esforço repetitivo (LER).

Ou seja, a causa principal da tendinite são os movimentos que se repetem diariamente. Porém, até que se tenha o desgaste daquela região é necessário uma rotina exaustiva de movimentos repetitivos.

Assim como os problemas nas articulações, a tendinite também pode ser tratada com a ozonioterapia e os resultados de recuperação são excelentes.

Os sintomas de tendinite podem surgir em várias partes do corpo. Ombro, joelho, cotovelo, dedos ou tornozelos costumam ser as áreas mais afetadas. A dor é sempre bem localizada e seguida de uma sensação de queimação na região.

Para que a lesão aconteça é necessário o esforço repetitivo de uma parte do corpo. Esse critério faz com que a tendinite seja bastante comum em profissões como telefonistas, atletas ou operários de máquinas.

Também é comum que a tendinite se manifeste já na fase adulta. No entanto, o esforço de uma atividade repetitiva pode afetar também uma pessoa mais jovem.

O que é a tendinite

Para entender o que é tendinite vamos dar um exemplo simples. Pense em duas engrenagens que ficam a todo momento girando. A repetição constante do movimento das engrenagens vão se desgastando e causando rachaduras em seu entorno, impedindo que os mesmos movimentos continuem com excelência.

Com a tendinite é basicamente igual. Os sintomas surgem com a inflamação dos tendões devido aos movimentos repetitivos de um determinado músculo do corpo.

A tendinite é uma doença que ataca os tendões, pois são eles os responsáveis por fazerem a conexão dos músculos aos ossos. Diferente das dores crônicas a tendinite possui um tratamento simples, e em algumas semanas, se o tratamento for feito corretamente, as dores somem.

Além da tendinite que surge por esforços repetitivos e é conhecida como causa mecânica, existe a causa química que também leva à tendinite. Diferente da mais comum, essa deriva da alimentação incorreta e as toxinas presentes no organismo.

Os locais do corpo que podem ser afetados pela tendinite

A tendinite pode surgir em várias partes do corpo. O que vai determinar a região onde os sintomas vão aparecer é o esforço e o movimento repetitivo de uma área.

Pensando que o tendão é a fibra responsável por fazer a ligação do osso com o músculo, podemos entender que sempre que um dos tendões existentes no corpo humano entra em uma rotina de movimentos, existe a possibilidade de uma lesão.

No entanto, existem partes do corpo em que o surgimento dos sintomas da tendinite são mais frequentes. Por exemplo, o tendão patelar e o tendão de aquiles, são locais onde frequentemente ouvimos falar de tendinite, isso se deve ao grande número de movimentos do corpo que dependem dessa área para serem realizados.

Os sintomas da tendinite

Quando acontece a inflamação do tendão e consequentemente surgem os sintomas da tendinite. Normalmente o primeiro sintoma que se percebe é a dor constante, ou às vezes, uma forte dor pontual no local lesionado.

A dor causada pela tendinite pode chegar ao ponto de impedir que a pessoa movimente a área lesionada. Além disso, existem outros sintomas, como, por exemplo:

  • Sensação de queimação;
  • Inchaço da área lesionada;
  • Vermelhidão e alta temperatura do local;
  • Pode surgir um caroço no tendão lesionado.

Para essas reações da tendinite a ozonioterapia pode auxiliar no tratamento para artrite, para dores musculares e também para as inflamações nos tendões. O tratamento com ozonioterapia tem ação localizada e pode amenizar a frequência desses sintomas da tendinite.

As causas mais comuns da tendinite

Visto que os sintomas de tendinite podem surgir em várias partes do corpo, é importante saber as causas mais comuns para que o tendão se lesione.

Além da má alimentação e das toxinas que podem ser a causa química da tendinite, existe também outras razões. Veja as mais comuns:

Movimentos repetitivos

Imagine um pianista que pratica várias horas seguidas sem pausa, sem alongamento e todos os dias da semana. O movimento repetitivo das mãos para tocar o instrumento, pode resultar na inflamação do tendão da mão, do pulso e até mesmo dos dedos.

Fazer diariamente e várias vezes ao dia o mesmo movimento é extremamente prejudicial para o funcionamento do corpo. Principalmente se não houver momentos de pausa durante a realização dessas atividades.

Exercício físico em excesso

Tomar cuidado com exercícios físicos em excesso é muito importante para evitar a tendinite. Essa dica não é só para atletas profissionais que trabalham diretamente com o esporte, mas também para todas as pessoas que buscam nas atividades físicas uma alternativa de saúde.

A intensidade, a frequência e a execução do exercício físico é uma das portas de entrada para os sintomas da tendinite e também para outras lesões e dores musculares.

Praticar exercícios é de extrema importância para a saúde do corpo e até mesmo da mente. Entretanto, o excesso de atividade física pode levar a lesão do tendão e causar a tendinite.

Doenças autoimunes

Outra forma de desenvolver os sintomas da tendinite é através do próprio organismo. Isso mesmo! Em alguns casos, o organismo pode não reconhecer algumas de suas partes e criar defesas contra ele mesmo.

No caso da autoimunidade o organismo pode ver o tendão como uma ameaça e de alguma forma começar a atacá-lo para se proteger, gerando uma lesão que pode evoluir numa tendinite.

Idade

Assim como todo o corpo passa a ficar mais frágil com a chegada da idade, a tendinite também se torna mais suscetível com o passar dos anos.

Com o desgaste dos músculos e dos ossos, os tendões também ficam mais frágeis ao perder a sua elasticidade. A chance de lesões e tendinites na terceira idade é bem comum, por isso, o acompanhamento médico é sempre recomendado.

Sobrepeso ou obesidade

Quando uma pessoa está acima do seu peso, além das questões de saúde, as consequências também podem surgir na estrutura que suporta o corpo e todas as suas articulações.

O sobrepeso e a obesidade podem gerar uma sobrecarga que vai afetar diretamente os tendões, trazendo à tona os sintomas de tendinite.

Essa forma de desencadear os sintomas da tendinite, também está relacionada com a causa química que se inicia na má alimentação e que consequentemente gera o sobrepeso e então a inflamação do tendão.

Possíveis complicações da tendinite

Ainda que a tendinite seja uma doença que pode ser curada com tratamentos, acompanhamento médico e remédios, ela ainda merece atenção.

Se nos primeiros sintomas a tendinite já se mostra bastante dolorida e pode até impedir que atividades normais sejam realizadas, imagine o que pode acontecer se não houver os cuidados necessários.

Caso o tratamento não seja iniciado logo nos primeiros sintomas as complicações da tendinite podem se estender para um problema crônico.

A ruptura do tendão que cria a necessidade de cirurgia, que muitas vezes não soluciona o problema, apenas ameniza a área operada.

A ozonioterapia no tratamento para tendinite

E por falar em tratamento, a ozonioterapia tem contribuído muito com os resultados efetivos dos tratamentos para as dores musculares, inclusive para a tendinite.

Entre tantas ações do ozônio no organismo estão a de servir como analgésico e anti-inflamatório, o que para o alívio da dor da tendinite. Ter nos problemas de articulações o ozônio como aliado no tratamento faz com que os resultados sejam intensificados.

A ozonioterapia é um tratamento terapêutico, integrativo e complementar que pode ser usado para diversas doenças e que são tratadas a partir da aplicação da mistura dos gases de oxigênio e ozônio.

E por se tratar de aplicações localizadas é que o uso da ozonioterapia no tratamento da tendinite é tão eficaz para cuidar do tendão lesionado e diminuir a frequência das dores.

Provavelmente, a maneira mais conhecida para o surgimento da tendinite é o esforço repetitivo. As causas podem ser diversas e os sintomas podem surgir através de vários estímulos do corpo, porém o tratamento sempre vai ser mais eficiente se for iniciado o mais breve possível.

Se você quer conhecer mais sobre as diversas formas de ação do corpo humano e como os tratamentos a base de ozônio podem ser complementares e eficazes no tratamento de doenças, o Saúde com Ozônio é uma ótima maneira de se informar e aprender.

Então, continue acompanhando o blog da Saúde com Ozônio e visite também o site Detox Dr. Ozônio3 para conhecer mais desse tratamento terapêutico, integrativo e complementar.

Comentários

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *